segunda-feira, 24 de junho de 2013

MARTA, SÓ AGORA TIVE CORAGEM DE TE MANDAR ESSE POEMA QUE FIZ PARA MEU AMADO NETO E DIVIDO CONTIGO ESSE SENTIMENTO DE SAUDADES, QUE É ETERNA E VAI MORAR EM NOSSO CORAÇÃO SEMPRE, CORAGEM E FÉ AMIGA.

Saudades São Tantas...

Quando penso em você me dói a alma
Meu coração não se cansa...ao sentir sua lembrança
Sinto tantas saudades...
Dos dias que não virão...daqueles que já se foram
Sem sua doce pres...ença...saudades
Que sinto um nó na garganta e o coração acelera
Não que me faça mal, lembrar-te...saudades
E busco dentro de mim...ver-te, ouvir-te
Sinto medo de apagar de minha mente
Sua imagem ou sua voz...saudades sempre
Que me consola o lembrar...que me faz sorrir em lágrimas
Pois estás comigo, aqui dentro tão presente
Que te sinto ao lado, mesmo dentro de meu peito
Mais um ano vai chegando ao fim...sem você
Mais uma vez eu aqui...saudades
Te fazendo existir...em meus versos
Que nunca te esquecerão...
Todo poeta é fiel...aos seus amores
E você é o meu amor...em forma de anjo
Estarás guardado...no céu e em meu coração
E mesmo que isso doa...saudades...
Mesmo que doa...consola meu coração.

Para Matheus, da vovó.
Nica OLiveira
Ver mais
Obrigada amiga pelo carinho por isso resolvi publicar no Blog!